Iespes adia XVII Jornada Científica para o segundo semestre do ano

Submissão de trabalhos poderá ser feita até o dia 30 de outubro de 2020

Para fortalecer a prevenção do novo coronavírus, a XVII Jornada de Iniciação e Pesquisa Científica e Tecnológica do Iespes,  que inicialmente estava agendada para os dias 13, 14 e 15 de maio, foi adiada para o segundo semestre do ano. A submissão de trabalhos também foi prorrogada. Interessados vão poder inscrever resumos até o dia 30 de outubro de 2020.     

O evento está remarcado o mês de novembro. Já há uma data prevista, mas a equipe de Pós-graduação, Extensão e Pesquisa deve confirmar assim que as atividades presenciais forem retomadas.     

As inscrições seguem abertas pela plataforma online. Todas as demais especificações contidas no edital continuam valendo. Será acrescentada apenas uma errata ao edital alterando as datas.     

Os trabalhos podem ser submetidos em diferentes áreas, entre elas: Ciências Biomédicas, Ciências Exatas e Tecnologia, Ciências Humanas e Sociais. Os autores concorrem a premiações. A XVII Jornada Científica vem com a novidade do resgate de uma categoria para submissão de trabalhos: a do Jovem Pesquisador Ensino Médio. Além dela, as outras são: Jovem Pesquisador Graduação, Jovem Pesquisador Pós-Graduação e a categoria Pôster.     

Jornada é o maior evento do Iespes e nos últimos anos é recorde de público, com participação em massa de toda a comunidade acadêmica de Santarém e região, promovendo a iniciação científica e fortalecendo a discussão sobre a importância da pesquisa como fonte do conhecimento em sala de aula e na vida profissional. O evento também divulga para a comunidade acadêmica e a sociedade em geral resultados de pesquisas realizadas pelas diferentes Instituições de Ensino Superior (Ies).  "É uma jornada que tem seu reconhecimento em toda esta região. Recebemos inscrições de todas as instituições da região", ressalta o coordenador da Pós-graduação, Pesquisa e Extensão do Iespes, professor Albino Portela.     

Este ano, o evento aborda o tema "A produção do conhecimento na Amazônia: desafios e perspectivas", fazendo também referência aos 50 anos da Fundação Esperança. A jornada conta com uma vasta programação incluindo minicursos, oficinas, palestras, mesa redonda, conferências, apresentações culturais e apresentação de trabalhos científicos. 


Compartilhe:

Tags: , , , , ,